De Ontem Em Diante *

O mundo é uma grande decepção… Se antes da minha concepção alguém tivesse me dito que seria esta merda, juro que não teria o menor orgulho em ser o espermatozóoide vencedor. Venci o quê? A corrida pro inferno?!?! Só se for.

Engraçado dizer tudo isso, porque na verdade, talvez todos estejam certos e eu errada. Se todos dizem a mesma coisa, provavelmente ela é verdadeira. E então é melhor eu acreditar.

A partir de agora, não só de agora, porque já venho acreditando, mas por uma questão de estabelecer o marco, é a partir de agora que assumirei para o mundo quem eu realmente sou.

A partir de agora eu assumo mesmo. Sou grossa. E por mais esforço que faça, continuo grossa. De mau humor, de bom humor… o que interessa é que sou grossa. Sempre, com qualquer um.

A partir de agora, eu assumo. Eu pareço um homem. Não, não sou traveco. Mas pareço um homem. Devo ser forte como um, rude como um, devo me vestir como… Sou um homem. E sou gay, já que minha preferências é por homens também.

A partir de agora eu admito. Eu escrevo direitinho. Sempre diziam isso e eu não aceitava porque não achava verdade. Não acho, ainda. Mas assumirei a qualidade. Porque qualidade é algo que dificilmente vêem em mim. Se quem me procriou não vê, por que mais alguém veria, certo?

E declaro, pra quem quiser saber. Sou feia. Beleza não me foi dada. Minha genética só atrapalhou, principalmente depois que juntou com minha personalidade formada. Beleza não entra na lista de qualidades. Não muita coisa entra, mas beleza também não. Ainda tem aqueles que, tentando consolar dizem: “que isso, não fala assim não”… chega a ser engraçado.. ninguém discorda de você.. Até podem tentar,mas é claro e alvo que é por uma questão de consolo….

Em contrapartida, gordura me sobra. Engraçado, né? Minha gordura é inversamente proporcional à minha beleza…e vice-versa. Ser gorda eu já admitia. Mas fica na lista.

A partir de hoje, eu declaro: sou preguiçosa. Você deve ter pensado: “ah, mas isso também sou, isso todo mundo é”. Não. Eu sou preguiçosa de verdade. Pecaminosamente preguiçosa. Com certeza morreria em Seven – Os sete pecados capitais – por este pecado. Eu sou capaz de dormir, literalmente, o dia todo. Principalmente se ninguém encher a paciência.

A partir de agora eu aceito. Fui, sou e serei sempre solteira. Sim, claro, a tão chamada solteirona. Ou seria solteirão? Bom, o que importa é que, aparentemente, eu não me importo. E devo ficar sozinha mesmo… Acho que passo uma imagem de “independent woman”(ou seria independent man?) e para os outros basta achar que eu me basto. Até porque, convenhamos…mulher que parece um homem… gorda(o), grossa(o), feia(o), preguiçosa(o)… não dá em muito lugar, né? (sem trocadilhos, por favor…)

A partir deste post digo: eu sou a futilidade em pessoa. Em tempos como este, tempos de assumir quem realmente sou, só o que me faz feliz é um celular novo. Ou uma blusa nova. São exatamente como maconha. Dá um barato e depois volta tudo à mesma merda. Mas quem se importa, né?

A partir de hoje, por final, eu admito. Sou estranha(o). Ou estou sendo. Estranha(o) ao repelir pessoas, a esperar delas coisas que eu nem devia esperar da minha sombra. Estranha(o) ao querer sumir, a não querer conversar, a querer morrer, a querer mandar todo mundo ir se catar. Estranha(o) ao oscilar de humor de forma tão drástica que tenho a impressão de que vou enlouquecer a qualquer momento. E estranha(o) por esperar que todos tenham paciência, se eu mesma já perdi.

Bom… isso tudo. Assumindo isso tudo. Sou grossa(o), homem, feia(o),gorda(o), preguiçosa(o), solterona(ão), fútil, estranha(o). E um bocado de outras coisas. Não quero aqui, fazer um relato de auto-piedade. Mas sim uma declaração de tudo que sei que sou. É minha forma de dizer a quem interessar, que eu sei quem sou, não precisa ficar avisando.

Resumindo: o próximo que me encher a paciência vou mandar tomar no orifício que sol não doura.

*Poema de Teatro Mágico. Remete à minha infância, quando eu não assumia nada disso aí em cima, porque eu não era nada disso aí em cima.

Anúncios

5 thoughts on “De Ontem Em Diante *

  1. Tá cada vez mais difícil comentar o seu blog…tá, eu sei que eu naum sou obrigada a comentar, mas eu gosto.
    É que a cada texto seu, parece que tudo que eu for escrever aqui vai ser pra te agradar..
    Mas eu realmente axo que vc precisa se conhecer melhor..
    Que bom saber reconhecer seus defeitos, mas naum sobrou nenhum reconhecimento pras qualidades? Pra sua inteligência, incríveis eloquência e capacidade? Pra sua capacidade de ser taum sincera que as vezes até machuca, mas que vc naum faz idéia do bem que nos faz, pois nos faz parar e refletir?
    Do qto a sua companhia é estremamente agradável, pois nos faz pensar: Que taum boa coisa eu fiz, pra merecer taum boa companhia?
    Dos textos taum maravilhosos que vc escreve que é mais uma possibilidade de carreira?
    Da sua capacidade de aprender as coisas com tanta facilidade, que aqueles que aprndem com menor facilidade ou naum aprendem devem se sentir estúpidos perto de vc? E isso td é mto bom, mto melhor do que vc esteja percebendo neste momento…Abra os olhos, olhe pra vc outra vez…Vc é a Thati…a foda-thati.
    Te amo demais amiga!
    Beijos.

  2. Viu, eu tb sou legal pra caralho! hahaha
    Eu ja tinha lido o post viu? 😛
    O mundo é uma merda msm, e td mundo é estranho, pq ser normal é chato demais.
    Ultimamente eu tb so tenho visto meus defeitos, mas a gente nao pode, pq acaba escondendo as quaslidade aí ninguem ve. Mas elas tão sempre aí. E vc tem mtas.
    Mas ja vai dar 2h da madruga e amanha tem 2 aulas megas chatas q eu tenho q assistir…
    Lov u
    Bjus

  3. Adoro texto vomitados assim!
    Um momento de furia, um texto de gloria!

    Parece que blogs serão a terapia do futuro (presente)…

    São secos e frios como terapeutas, mas o bom é que você pode ouvir mil cabeças pensantes…
    A diversidade é a melhor forma de cultura.

    Existirão dias que você lerá o que escreveu e dirá… _ Putz, eu gostei disso!

  4. Oi. Concordo. Você é feia, gorda, grossa, mulher com cara de homem, etc. Mas minha linda, há uma coisa que você é e tem, e ninguém lhe pode tirar.– O facto de ser MULHER. Porque sim mesmo mudando o sexo você continua sendo mulher, e gente vamos combinar existe coisa mais gostosa do que poder ter o poder de dar continuidade raça????… Beijosssssssssssssss Feiaaaaaaaaaaaaa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s