Saudades

Saudades de ontem.
Saudades do colégio.
Saudades da piscina.
Saudades do medo de palhaço.
Saudades do medo de escuro.
Saudades do violino.
Saudades das aulas de flauta.
Saudades do morcego na cortina.
saudades do tempo integral.
Saudades do lanche do colégio.
Saudades do esqueleto do laboratório.
Saudades dos apelidos.
Saudades dos choros por causa dos apelidos.
Saudades das freiras.
Saudades de limpar o chão.
Saudades do arroz “parabolizado”.
Saudades do chão do metrô.
Saudades do queijo quente da cantina.
Saudades do ping-pong no final das aulas.
Saudades do vôlei antes das aulas começarem.
Saudades das chuvas no colégio.
Saudades do colégio novo.
Saudades do colégio, hoje antigo.
Saudades da saia abaixo do joelho.
Saudades do Hino Nacional e do colégio toda sexta.
Saudades de levantar quando o professor entrava e saía.
Saudades do tiroteio em plena tarde.
Saudades das aulas de Francês.
Saudades das piadas que só hoje eu consigo entender.
Saudades da apresentação de fim de ano.
Saudades das poucas visitas do meu pai.
Saudades dos amores que vieram.
Saudades dos amores não correspondidos.
Saudades dos que amavam outras.
Saudades dos amores que foram.
Saudades dos amores que talvez nunca venham.
Saudades dos ônibus lotados.
Saudades do uniforme.
Saudades de Espanha e Portugal.
Saudades da formatura que não fui.
Saudades do pré-vestibular.
Saudades dos amigos.
Saudades do churrasco.
Saudades das besteiras.
Saudades das “encobertas”
Saudades de Malhação.
Saudades do vestibular.
Saudades de Coro Infantil.
Saudades da primeira entrevista.
Saudades do primeiro emprego.
Saudades do primeiro esporro.
Saudades da primeira chefe.
Saudades da primeira aula da faculdade.
Saudades dos apelidos.
Saudades das tardes livres.
Saudades do meu tio.
Saudades do meu chefe velho.
Saudades da enrolação no estágio.
Saudades das férias.

Saudades do que tive.
Saudades do que quis ter.
Saudades do que tomaram de mim.
Saudades que eu quisera viver.
Saudades de saudades.
Saudades de ontem, que nunca volta.
Saudades de hoje, que sempre vem.
Saudades de amanhã, que é sempre agora.

Anúncios

4 thoughts on “Saudades

  1. Nossa, Thati..
    Só de ler este texto fiquei com saudades de mtas coisas..
    E tenho medo de ter que sentir saudades de outras..
    Me emocionei com vc!
    Te amo!!!
    Bjinhos.

  2. irmaaaaaaaaaa!!!
    lindo o seu texto!!!! eu tenho saudade de tantas coisas…. mas nunca enumerei.. acho q nao tenho essa capacidade… alias, nao sirvo pra escrever. acho q nao nasci com esse dom, ao contrario de mamae e papai =)
    mas eu amei seu texto e minha irma escreve mto bem!!! fiquei emocionada, relembrando varias coisas!!!
    te amo mto!!!
    saudade
    bjinhussss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s