O mesmo discurso de sempre…

Eu cansei de vir escrever quando minha mente está cheia de coisas ruins. Mas é engraçado, porque são nesses momentos que minha inspiração aparece.. mesmo que seja pra coisas boas. Confesso que me acho estranha.

O que me trouxe aqui foi a saudade. Saudades de meus textos, saudade dos meus hábitos, saudade dos meus comentários. Saudade.

Nem vou dizer que já passou do brega essa estória de dizer que a palavra saudade não tem tradução e etc etc etc, porque já cansou. Devo confessar que acho que só eu senti saudades daqui. Da mesma forma que nem meu próprio blog sentiu saudades de mim (eu sei que coisas abstratas não sentem coisa alguma, eu fiz primário). Mas tá tranqüilo. Definitivamente esta é a menor das rejeições que passo nessa vida.

E como disse que só volto aqui quando coisas ruins pairam sobre minha mente, resolvi para por aqui também. E prometo, mais uma vez, novamente, retornar cheia de inspiração. E da boa, porque a que vem agora não vale a pena ao menos ser verbalizada..

—————-
Now playing: O Teatro Mágico – Tudo Numa Coisa Só
via FoxyTunes

Anúncios