Voltando à idade dos por quês…

Apesar da idade, ainda tenho meus por quês. Sempre tive. Irritava a família toda pra matar minha curiosidade…esta nunca me abandonou, talvez seja a melhor amiga que tenho.
Hoje me achei no meio de uns por quês.

Por que quando a gente tá sozinha não aparece ninguém e quando estamos com alguém aparece um mundo inteiro de possibilidades?

Por que quando você não quer sair com uma pessoa, é exatamente esta que resolve que quer sair com você de qualquer jeito?

Por que quando você planeja vááárias coisas, seja pro dia, pra semana ou mesmo para o mês 90% delas fracassam?

Porque sempre chuto na opção errada?

Por que minha boca é tão grande que fala coisas que não devia?

Por que, apesar da boca grande, eu não consigo dizer o que é preciso dizer?

Por que quando se tem um segredo todo mundo faz de tudo pra descobri-lo, mesmo não sabendo que há um segredo?

Por que eu não consigo ir ao casamento das pessoas?

Por que dinheiro faz tanta falta?

Por que existem espíritos de porco que sempre pisam nos seus sonhos?

Por que quanto mais se dorme mais sono tem?

Por que as pessoas têm tanta dificuldade em partilhar do amor, um sentimento tão lindo?

Porque é tão difícil adaptar-se aos outros, com as diferenças que nos incomodam?

Por que momentos de silêncio não são respeitados?

Por que existem doenças que as pessoas tratam como “capricho” porque simplesmente não conhecem e acham que toda e qualquer reação é exagerada?

Por que deve-se manter um padrão familiar de ser, pensar e agir?

Por que questionar certas “verdades absolutas” te torna um rebelde?

Por que a mente humana, mais especificamente a feminina, é capaz de interpretar coisas, colocando pingos e vírgulas onde não têm?

Por que muitos fazem com que não acreditamos no nosso potencial?

Por que tem idiota que se influencia com essas opiniões idiotas?

Por que uns colocam tanta ênfase no nosso potencial?

Por que quanto mais se bebe água mais sede se tem?

Por que serotonina falta à alguns e sobra em outros?

Por que uns têm muito e menosprezam e não dão valor?

Por que uns são horrorosos e cheio de tragédia na vida enquanto outros são lindos ricos, felizes e bem-sucedidos?

Por que tem gente que se sente perseguido pela cor, credo ou seja lá o que for, enquanto outros na mesmo posição não sentem isso?

Por que a minha tolerância é sempre zero??

Por que amar parece tão simples mas é tão difícil?

Por que para homens as mulheres muitas vezes são objetos e não pessoas que devam ser valorizadas?

Por que tem mulher que ainda cai nessa?

Não, não é meu caso. No momento eu só piso na cabeça dos outros… Maldade, eu sei.
Mas aprendi a querer aquilo que eu mereço e não qualquer coisa. E qualquer coisa eu já tenho… Mas e o que eu mereço? Sempre tenho a impressão de que não mereço nada… E daí saem outros por quês… mas fica escondidinho… mais ninguém precisa saber, só eu e Dios.

É só. Tô com sono do efeito do abençoado remedinho… Mas tava afim de colocar os por quês

Anúncios

2 comentários em “Voltando à idade dos por quês…

  1. Ficaram bons os pqs!!
    Tanta pergunta que eu não sei responder…
    Tanta coisa que já passou pela minha cabeça…
    Tanta coisa que nunca passou pela minha cabeça..
    Tanta coisa que eu deveria questionar…
    Tantas outras que eu nem quero pensar…

    Por que te amo tanto?
    essa eu sei, mas não cabe neste quadradinho!

    Te amo!
    bjoo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s