Hoje Eu Tô Sozinha

Eu não posso querer que me entendam ou me aceitem. Ninguém é obrigado a nada.

E é por aí. E nessa, as pessoas ignoram que eu estou lutando pra levantar da cama. E ignoram que eu existo quanto eu realmente precisava delas na minha vida.

E eu fiz dessa vida algo tão ingrato que poucas pessoas me sobram pra afogar minhas mágoas. Porque pra momentos felizes sempre tem gente querendo comemorar. Ou não.

Só sei que agora eu to um lixo, podre. E o 1 º mês nem terminou e já tenho medo de como será o ano inteiro, porque a cada dia me sinto tão pior que imaginar qualquer coisa de sucesso acontecendo é meio ilusório.

Eu preciso de drogas. Daquelas bacanas que me colocavam lá em cima e quem sabe, me colocariam pra estudar. Me dariam mais ânimo pra arranjar um emprego pra limpar meu nome e sair dessa bola de neve em que me meti.

Drogas pra me fazer ir à rua fazer o básico, como comprar um pão integral que minha mãe simplesmente ignora, ou pagar alguma conta. Ou sair pra caminhar e, como outra necessidade também, perder peso.

A verdade é que me sinto sozinha e presa num mundo que se limita ao meu quarto. Se limita dentro de mim. E não vejo a porta de saída, não vejo nem uma mão que possa, efetivamente me ajudar.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s