Happy New Year

Não faço parte do grupo que acha que o ano só começa depois do carnaval. Não mesmo. Mas o engraçado é que meu ano sempre começa depois dele. Ok, não saberia dizer se EXATAMENTE começa depois dele, afinal fui demitida com 10 dias corridos em 2011. Isso é sinal que já tinha começado.

Pois bem, depois disso entrei no hiato de não ter o que fazer, procurar emprego, procurar dar um rumo na vida. E nada acontecia até que entramos em março. Renovei minha CNH. Entrei com meu seguro-desemprego. Comecei a cuidar de certas pendências de saúde. E antes que a primeira quinzena terminasse, arranjei um emprego.

Emprego. Tive que respirar fundo, pensar muito até aceitá-lo. Está muito, muito, muito longe do que queria como emprego, até porque no dia seguinte teria uma entrevista numa empresa que me interessava muito mais. Mas este, caso nada dê muito errado, me garante tempo pra investir em mim, com um quê de estabilidade que só perco se, como disse, der tudo errado. Caso contrário, posso ficar mais tranqüila quanto a isso.

Foram dias super corridos, pois minha pretensão era voltar a estudar assim que conseguisse emprego, e já estava cogitando voltar a fazer algo quanto a isso mesmo que dependesse de alguém pra me bancar e tudo tinha que se resolver em pouquíssimo tempo. E assim foi. E em 6 dias as aulas começam.

O trabalho? Bem. Teoricamente estou recebendo desde o dia 14. Começaria a trabalhar na sexta, 18, mas resolveram me dar folga porque estão procurando um setor adequado pra mim. Começo a trabalhar amanhã.

Nessa empresa que me enxotou dia 10/01, comecei numa sexta-feira também, dia 12 de março. O estágio que estava antes dele, comecei numa quarta, 8 de março e saí numa sexta 14, também no mês de março. Quando consegui meu primeiro trabalho, entrei em 14 de março de 2002.

É engraçado. Março é o mês que mais amo; apesar de sempre passar maus bocados, ao mesmo tempo, me dá sempre um novo rumo à minha vida. Exatamente como este ano e os que já passaram.

Ainda não sei como o mês vai terminar, nem como será meu aniversário, que como todos os anos, preferia que não acontecesse, e desta vez por outros motivos, que eu nunca achei que viriam a ser um porém pra que eu, enfim, depois de anos, comemorasse a data.
Também não sei se vou  estar plenamente feliz como gostaria porque nem tudo depende só de nós e tem gente que atrapalha um pouco a nossa vida, querendo ou não.

Mas o que sei é que agora posso me desejar um feliz ano novo. O resto ainda está por vir, espero. Afinal, o ano só começou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s