Vai Passar

A gente nunca acha que as coisas acontecem do jeito que acontecem. Pois bem, cá eu estou solteira e lidando muito bem com a situação. Não que importe a alguém(o blog é meu, lê quem quer), mas tudo ocorreu da pior forma possível – no meu aniversário – porque as pessoas não sabem lidar com frustrações.

Aprendi que não quero mais saber de barreiras geográficas, motivo que me afasta da pessoa que amo e que me ama. É tipo isso. A gente se ama, a gente quer ficar junto, mas ele ta voltando pra terra dele e eu não tenho grana pra ir, nem ele pra me levar e nem poderia ir agora, sendo que ele não pode ficar aqui também. África é longe demais.

Engraçado que sempre fui muito romântica. Pra vida, sabe. E com isso tudo, seja porque eu sou assim, ou porque tava tomando um remédio que só minha médica pra me salvar dele, eu não consegui chorar, como se deveria, tipo filme, digno desse drama todo. Chorei sonhando, ou durante o sono; e todas as vezes que quis chorar, a vontade passou mais rápido que brisa.

Depois de todos os pingos nos i’s e todas as observações relevantes a se fazer, é assim que estamos: solteiros. Por culpa do destino que nos colocou em continentes diferentes e sem grana pra ficar pagando passagens aéreas exorbitantes pra nossa realidade. A vida dele é complicada e a minha não é simples.

Pelo menos, pra hoje, pro futuro, ficam sentimentos bons. Sem mágoa. Tristeza, sim. Da situação, com certeza; de não termos nascido no mesmo país.

E pra quem pergunta se estou bem, além do fato de ter o remedinho numb feeling no meu sangue, me sinto bem. E ninguém entende. Mas eu sou do tipo que me acostumei a não ser correspondida pelos meus pretendidos; estar solteira não era nenhuma novidade há 9 meses atrás e pelo visto voltou a me acompanhar. A diferença não é não ser correspondida, mas semelhante aos outros amores platônicos, é um amor impossível do ponto de vista prático.

Enfim, apesar de tudo, a quem pergunta, eu digo que vai passar. E virou meu mantra. Porque tudo nessa vida passa, tem de passar, terminar, deixar de doer.

Vai passar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s