Posição Fetal em Horário Comercial

O que era pra ser temporário parece que está ficando definitivo.

Cá estou eu digitando e chorando disfarçadamente enquanto mantenho meu trabalho como recepcionista. Nada contra as recepcionistas. Tudo é trabalho, ganha-se dinheiro.

Quando eu era pequena e queria ser artista plástica, minha mãe ria de mim dizendo que iria morrer de fome porque não teria dinheiro pra fazer uma vernissage.

Ela avacalhou meu sonho de ser arquiteta porque só gente rica é tinha essa profissão e me chamava de mórbida porque queria ser legista.

Já na adolescência ficava sem falar comigo porque eu havia decidido fazer Letras.

Nenhum dos planos B, C, D, E se pareciam com o que eu tenho hoje. E eu não tenho nada.

Eu reclamo muito disso, várias vezes. Mas é de uma frustração tamanha.

Hoje acontece um treinamento aqui. Também fiz quando entrei. Estão os mais novos na empresa, junto com a estagiária que, com 7 meses, foi efetivada, e as 2 novas estagiárias.

E eu fiquei mal por quê? Porque  no lugar das estagiárias eu poderia ter ganhado uma chance. Mas minha chefe parece não querer me ver crescer, não vê potencial. Não sei. Ou porque eu não sou “da área”. Dane-se área. Meu inglês é impecável, minha redação é ótima, o que elas vão aprender, a estagiária hoje funcionária também não sabia. Todos aprendem na prática.

O sol não nascem para todos, essa é a verdade. E com meus 30 anos não sei o que fazer da sombra que me deram. Eu não quero isso. Não mesmo! Minha pele morena aguenta sol de lascar, por que quereria sombra??

Por que a vida fez isso comigo? Por que nem com todo o interesse do mundo pelas coisas e pessoas eu consigo uma oportunidade digna dos meus conhecimentos? Por que não dão chance pra pessoas inteligentes mas sem “conhecimento na área”?

Vou morrer tentando. E ficando meses sem dinheiro porque paguei um curso caríssimo pra entender as coisas. E lendo sobre o assunto e entrando em grupos de discussão pra ver o que eu consigo. As pessoas me diminuem e acham que se estou aqui é aqui que tenho que ficar. E eu cansei disso. Eu sou inteligente pra muito mais. Mas não vou ficar mendigando oportunidades. Já falei, já pedi… E ir pra onde, se não ficar aqui?

Sair e ir pra outra empresa, começar do zero, passar por situações iguais ou piores… ou melhores, não sei também.

O que importa é que realmente cansa. O mais longe que chego é traduzir documentos da empresa… os documentos acabaram e a revista não será mais traduzida. E parece que morreram minhas oportunidades.

Porque deve ser só isso que tem pra mim. Aqui. Ainda hei de descobrir um mundo inteiro onde pessoas me vejam e me queiram e me deem a devida consideração.

Enquanto isso vou definhando até deitar em posição fetal. Pelo menos em pensamento. Pra chorar até a alma dizer que cansou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s