Hoje Eu To Sozinha

Madrugada de sábado de uma semana cheia de dias livres.

Acho que de certa forma aproveitei tanto a penca de feriados que viciei em companhia.

Passei a noite de sexta faxinando cozinha e fazendo jantar. Comecei a fazer dieta.

Tive companhia pra jantar, ao menos.
E agora estou sozinha e com dor na coluna e pensando aqui o quanto estou lutando contra o sono que sinto.

Queria conversar. Queria meus roomies em casa e estão todos na rua. Na verdade um está na rua; outro na estrada e a outra em SP.
Restou eu e minha sombra, minha garrafa de chá, meu livro de arquitetura na cama, ao meu lado.

Escutei Casuarina e Marisa Monte. Achei digno dar espaço pra Chico(Roda-Viva, neste momento).

Acho que amanhã vou passar na casa da minha mãe. E da minha avó.

Entrou uma mariposa no quarto. Ela bate nas paredes e faz barulho. Incrível a quantidade de mariposa que entra nessa casa. Mais espantoso ainda porque não tem muita árvore na redondeza.
Tentei matar, desculpe ambientalistas mas bicho fazendo barulho e voando loucamente e que com certeza poderia me atacar durante o sono, não estava disposta a mantê-la aqui.

Cortei meu dedo. Resultado da loucura que foi essa casa ontem, véspera de dia útil, fato que pouco pareceu importar pela quantidade de álcool ingerido. Com direito a ida à Lapa pra beber mais. Coisa de gente sem juízo.

Preciso parar com isso.

Irei a Pelotas em junho. To feliz, mas já estive mais. Meu humor hoje tá sofrendo de frustração. Não queria estar sozinha.

Fui ao médico. Odiei com todas as poucas forças que me sobraram. Marquei um outro. Fui viver a vida e viajei no dia da consulta. Terei que me render ao médico-monstro. Mas não acho o remédio que ele receitou. E não fará efeito até a próxima consulta.
Médico-monstro. Incrível. Super combina com ele.

Comprei 2 livros de arquitetura. Achei interessante. Um deles parece livro de criança. Super fino e com muitas figuras. Arquitetos tem sorte nesse sentido. Um livro pesado se torna muito mais agradável quando rola pausa pra apreciar figuras.

A mariposa sumiu.

Estou com sono. Não consigo me render a ele. Acho que tem algo a ver com deixar algumas coisas fugirem. Mas, se eu pensar que poderia estar descansando a mente da frustração dessa noite, seria interessante.

Mas Chico Buarque deixou tudo mais interessante.

Tem horas que realmente faz falta uma pessoa pra fazer companhia. Sentar e beber chá. Ir num bar. Beber vinho. Ver tv. Fazer nada.
Tem horas que realmente faz falta um namorado.
Não que eu ache que seja o melhor momento pra se ter um namorado. As if alguém olhasse pra mim também.
O máximo que consigo é amigo gay me pedindo beijo. Zoera. Carinho. Nunca trocamos.

Hoje eu to sozinha e odiando cada momento. Enquanto limpava a cozinha e fazia comida foi ok. Eu fico meio Monica Geller e obceco. Esqueço o mundo e foco na perfeição da limpeza e da comida.

Me dá preguiça de acordar às vezes. Acho que é isso. To com preguiça de acordar amanhã. Se eu não dormir, não vou ter que lidar com a preguiça.

“Olhos nos olhos, quero ver o que você faz ao sentir que sem você eu passo bem demais”

Queria comprar peixe na feira amanhã. Mas eu não sei fazer peixe. Será que os caras limpam? Seria meio caminho andado.
Acho que vou na xepa. Tem uns legumes bem baratinhos. E agora estou de dieta, preciso comer essas coisas.

Acho que vou fazer peixe domingo. Acho que tem cara de comida de domingo.
Qual peixe é bom pra fazer assado? Alecrim é bom pra colocar de tempero, né?

Queria roupas autolimpantes. Lavar roupa é chato. Fazer rodízio pra usar a máquina me irrita.

Achei que era mais cedo. Já está tarde.

Vez ou outra fico tentando imaginar o que minha mãe pensa de mim num fim de semana na minha casa. Deve pensar que estou curtindo a vida adoidado. Certeza que ela pensa. Mal sabe ela.

Talvez já tenha dado desse dia. Talvez eu deva dormir. Acordar de ressaca hoje não foi fácil e meu corpo agradeceria o carinho de uma boa noite de sono sem hora pra acordar.

E amanhã preciso ir à lavanderia, à feira, lavar roupa e ir na mãe.

É, melhor ir dormir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s